Blog

gestão de qualidade em postos de serviço

5 hábitos para abolir da gestão de seu posto

Administrar todos os setores, analisar processos, rever estratégias, gerir pessoas. O dia a dia de um empresário é bastante complexo e às vezes pode parecer que cumprir todas as tarefas demanda mais tempo e flexibilidade do que temos. No entanto, não dá para fugir da máxima: gestão de qualidade é fundamental para qualquer negócio.

 

Gestão de qualidade

No caso dos postos de serviço, o software de gestão é uma saída que automatiza as tarefas, reduz desperdícios, fornece tempo e informações que podem ser diferenciais no mercado, como é o caso do Postofácil. No entanto, independente dos benefícios proporcionados por um software, ainda há alguns comportamentos que são muito comuns na gestão e que são bastante prejudiciais à saúde financeira dos postos. Por isso, elencamos 5 hábitos que devem ser abolidos da gestão de seu estabelecimento. Que tal analisar alguns deles?

 

Hábito 1. Não utilização de relatórios e indicadores para tomar decisões

Muitos postos ainda têm dificuldade de ter uma gestão completa e coesa, pois suas informações não estão reunidas de maneira adequada. O Módulo Indicadores do nosso sistema reúne informações de forma gráfica e online sobre volume dos tanques, margens, vendas, estoque, contas a pagar e receber facilitando a interpretação das informações e a tomada de decisões.

 

Hábito 2. Ignorar a mobilidade

É graças à tecnologia que, remotamente, controlar estoques, medir tanques, controlar frotas e outras tantas funções deixou de ser coisa do futuro para fazer parte da rotina de postos de serviços. O sistema Postofácil conta com o Módulo Mobile que possibilita fazer tudo isso à distância e com tranquilidade.

 

Hábito 3. Esquecer que é preciso se defender de ameaças online

É mais comum do que pensa a invasão de computadores por hackers que instalam um software malicioso, conhecido como Ransomware, e tudo se perde. Um meio de se defender dessas ameaças é fazer backup constantemente. Todos nossos clientes têm acesso gratuito a uma ferramenta de backup e monitoramento do banco de dados.

 

Hábito 4. Não participar da implantação do sistema

A presença de todos, desde funcionários do caixa, retaguarda e proprietário é fundamental, inclusive para trazer benefícios financeiros. Com isso o estabelecimento ganha tempo no funcionamento efetivo do sistema, consegue colaboradores mais capacitados e engajados, são evitados os custos desnecessários com treinamentos posteriores, o número de ligações para tirar dúvida cai bastante e o sistema é aproveitado na sua integralidade.

 

Hábito 5. Achar que sabemos tudo sozinhos

Além de ter um software de gestão, a contratação de parceiros que desenvolvem programas de auditoria e consultoria específicos para postos de serviços e lojas de conveniência é uma boa pedida para implementar novos processos, melhorando o gerenciamento de estoque, vendas e caixa.

 

Se você identificou alguma dessas práticas em seu posto, conte com a nossa expertise para te ajudar. Entre em contato!

Nenhum comentário

20

Faça um comentário